top of page

Café Apuí Agroflorestal e Casarão de Ideias lançam parceria para apoiar cultura e sustentabilidade

A parceria visa promover a cultura local, a defesa e a conservação do patrimônio cultural e artístico relacionando temas socioambientais



A iniciativa Café Apuí Agroflorestal, uma parceria entre o Idesam e a Amazônia Agroflorestal, lança uma nova parceria com o Casarão de Ideias. A proposta inclui a comercialização das versões orgânica e agroflorestal do Café Apuí Agroflorestal no centro cultural, para incentivar e apoiar o desenvolvimento sustentável aliado à cultura amazônica.


Para o diretor comercial da Amazônia Agroflorestal, responsável pela comercialização do café, a parceria com o Casarão de Ideias é muito significativa, pois a empresa acredita que é possível combinar negócios rentáveis com a conservação do meio ambiente. Além de possibilitar que o Café Apuí Agroflorestal seja conhecido pelos clientes e visitantes do Casarão como um produto da sustentabilidade da Amazônia.


“Vemos essa parceria com o Casarão de Ideias como algo muito importante porque nós vemos que é uma associação que promove a cultura, seja dos filmes, eventos, leitura. E nós como Amazônia Agroflorestal queremos mostrar que a sustentabilidade também é cultural e que a forma de produzir o café de forma sustentável também é cultura. É importante também porque o Casarão de Ideias faz parte da cultura amazonense, da cultura amazônica, assim como o Café Apuí Agroflorestal”, afirmou Jônatas Machado.

Para Jônatas Machado, é importante que os parceiros do Café Apuí Agroflorestal não enxerguem o produto apenas como possibilidade de compra e venda. “Queremos que eles enxerguem nosso produto para desenvolvermos juntos. Não queremos apenas a compra do produto, mas sermos parceiros em ações e eventos, além de ajudar na divulgação do Casarão de Ideias”, disse. Outro ponto destacado é a experiência do cliente com o café.


“O cliente consegue absorver cada vez mais a experiência, entender o produto, saber sobre a parceria e realmente querer se conectar com o café, com o projeto, com as dificuldades, com os ganhos e vitórias e ver que realmente construímos uma história. Ver que eles têm esse interesse em conhecer nosso produto, faz com que tenhamos a certeza que eles vão repassar isso para as pessoas que frequentam o Casarão de Ideias e levantar a ideia de sustentabilidade do Café Apuí Agroflorestal”, completou.

Além da comercialização do café para os frequentadores do Centro Cultural Casarão de Ideias, a proposta é também promover experiências, como por meio do projeto do “Cine Café”. Jônatas Machado explica que todas essas ações em conjunto incentivam ainda mais para que os apreciadores da cultura também conheçam a cultura do café produzido em agrofloresta na Amazônia.


O fundador e gestor do Casarão de Ideias, João Fernandes, conta o que motivou a parceria com o Café Apuí Agroflorestal e como enxerga as próximas iniciativas em conjunto com a Amazônia Agroflorestal e Idesam.


“Esta parceria tem tudo para ser um sucesso e reforça a importância da união de forças para a promoção da cultura e do desenvolvimento sustentável na Amazônia. Juntos, Café Apuí Agroflorestal e Casarão de Ideias mostram que é possível fazer negócios de sucesso enquanto preservamos o meio ambiente e valorizamos a cultura local”

A implantação do Sistema Agroflorestal (SAF) surgiu em 2012 a partir de um projeto coordenado pelo Idesam para a produção do café no Sul do Amazonas. Em 2015, houve o lançamento do Café Apuí Agroflorestal e já em 2018, o café ganhou o selo de certificação orgânica da Rede Maniva de Agroecologia. Após a criação da empresa Amazônia Agroflorestal, o Idesam seguiu como parceiro técnico do projeto. “A ideia é unir o conhecimento técnico ao conhecimento tradicional dos produtores e agricultores. Queremos dar cada vez mais autonomia a essas famílias, mas também contar com o apoio do Idesam no suporte, treinamentos e demais atividades técnicas”, afirmou o diretor comercial da Amazônia Agroflorestal.


A comercialização do Café Apuí Agroflorestal no Casarão de Ideias acontece a partir do mês de março. Os frequentadores do local poderão adquirir o produto e as bebidas no próprio espaço do café do local, que funciona na rua Barroso, 259, bairro Centro, de quarta-feira a domingo, de 15h às 21h30.


Sobre o Café Apuí Agroflorestal

O Café Apuí Agroflorestal é uma iniciativa da empresa Amazônia Agroflorestal e do Idesam. Apuí recebeu pessoas de outras regiões do Brasil devido a um programa de assentamento do governo e, por isso, muita gente tentou cultivar café de maneira tradicional. Entretanto, a cultura só deu certo quando o Idesam em parceria com as famílias criou o modelo agroflorestal do café, que só cresce em consórcio com a floresta. Hoje, a Amazônia Agroflorestal existe para cuidar de toda a cadeia produtiva sustentável e garantir um pagamento justo às famílias parceiras, comercializar o café para todo o Brasil, escalar a produção e, assim, promover cada vez mais o desenvolvimento sustentável da Amazônia. Até hoje, foram 77 famílias beneficiadas ao longo da cadeia de produção; 300% de aumento na renda anual do produtor; mais de 160 ha de áreas reflorestadas com o modelo produtivo café agroflorestal; e mais de 39 mil mudas de espécies nativas plantadas.


Sobre o Idesam

O Idesam é uma Oscip com atuação na Amazônia Legal desde 2004. Em 2022, teve o reconhecimento como uma das 100 melhores ONGs do Brasil e o Prêmio Empreendedor Social- Inovação em Meio Ambiente pela Folha de São Paulo e Fundação Schwab. O propósito do Instituto é promover uma nova economia de base inclusiva e sustentável na Amazônia, criando conexões aos atores de suas cadeias de valor e apontando novos caminhos inovadores para a conservação e a redução da pobreza. Até o momento, os indicadores são de 8,5 milhões de hectares de florestas conservadas em 34 territórios na Amazônia; 6 mil famílias impactadas e 23 organizações sociais envolvidas. Coordena e apoia as iniciativas estratégicas AMAZ Aceleradora de Impacto, Programa Prioritário de Bioeconomia, Inatú Amazônia, Café Apuí Agroflorestal e Programa Carbono Neutro, além da secretaria executiva do Observatório da BR-319.

72 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page